Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Há Lobo no Cais

Vai postar pro capiiii…

charge-amor.jpg

 Quando é que as pessoas vão entender que as redes sociais são para tudo menos para a parte séria das nossas vidas? Quem não conhece um, ou bem mais que um, casal que publica tudo e mais alguma coisa das suas vidas pessoais nas redes sociais? Se estão na praia ou no supermercado, se vão ao cinema ou lavar o carro. Mas que importa isso? Estão felizes, ainda bem, fico contente, mas o que é demais é exagero. Se ainda colocassem uns vídeos na cama, podia ser que desse para rir ou aprender algo.

 

Agora a sério, qual a dificuldade de entender que as redes sociais são uma brincadeira? Um ponto de encontro para o pessoal “tomar café”, dizer umas asneiras, combinar umas jantaradas, mandar umas quantas postas de pescada sobre o último dérbi? Como ferramenta de trabalho também aceito, pois em termos de marketing atinge rapidamente muita gente, agora como diário pessoal é que não.

Pelo menos as meninas deviam lembrar-se que quando eram novas e tinham “o diário” o mesmo tinha uma chave e ainda assim era escondido. E aqui está uma lição que não se devia perder, o que é privado, em privado deve ficar. Caso contrário vão habilitar-se a ver essa informação ser um dia usada contra vocês, mesmo a nível profissional ou ganhar rótulos que podem não querer.

Agora a questão que se me levanta é outra, será que estão mesmo apaixonados? O mundo das relações mudou tanto assim? Quando duas pessoas gostam uma da outra e estão juntas, o mundo exterior deixa de importar tanto, o que significa que não se vão lembrar de tirar fotografias a cada meia hora e muito menos de vir constantemente atualizar as redes e responder a comentários. Isso não é vida, é seita religiosa.

Poderá ser algo pior, a necessidade de validação por parte de terceiros, “a relação só é oficial se atingir os 100 likes”!? Meninos, quando se sentem valorizados na relação que têm, não têm de ir procurar validação nas redes sociais. Por isso, arranjem uma vida ou alguém de quem realmente gostem. Namorada que fizesse este tipo de coisas comigo ganhava duas prendas minhas, um par de patins e um empurram pelo monte a baixo.

Cuidado, isto de andarem a esfregar a “felicidade” do casal nas redes sociais pode ser sinal que a relação já teve melhores dias. Lá está sobra tempo para mostrar ao mundo que não estão encalhados, nem realmente felizes. Sem fazer muito esforço é meio caminho andado para acabarem a lavar a roupa suja também nas redes, pois se o “amor” não é privado, imagina as discussões! E o povo adora umas peixeiradas, tanto que faz questão de as partilhar pelas sete redes sociais.

Já eu vou continuar a aparecer nas redes qual criança em parque de diversões, é para brincar, rir e rebolar no chão até ouvir a mãe dizer “anda para dentro, tens de lanchar e fazer os trabalhos de casa”, ai acordo e faço-me à vida no mundo real.

 

Nota – Também se morde outras coisas no facebook, curiosos?

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.