Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Há Lobo no Cais

Resoluções de ano novo…

 new_year_cartoon(2).jpg

Desde já assumo que considero isso uma grande treta, quem quer algo faz, não diz que vai fazer a seguir. Muito menos depende de subir numa cadeira e ao pé coxinho, engolir as doze passas que se tem na mão enquanto se faz mais uns quantos rituais absurdos.

Já agora, aqueles que as fazem todos os anos, para não as cumprir, ficam-se por pensar nelas, falar ou escrevem mesmo numa folhinha para depois quando o ano acabar verificarem que nada foi feito?

 

O normal é tomarem resoluções estúpidas ou inacessíveis. “Vou perder 20kg”, esquece-se é que é um gordo que não corre desde o tempo da escola primária e que comer bem é mandar vir pizza. “Este ano vou conhecer o homem certo”, só que vai continuar a procurar à noite e com os copos. Pelo menos vai poder depois reclamar que são todos iguais. E como estes exemplos há muitos outros, não seria preferível, para o ego, uns mais fáceis? Tipo “este ano vou tomar banho sempre despido”, “vou abrir sempre a porta para sair de casa e fecha-la a seguir” e quem sabe até “sempre que quiser ver o sol, vou olhar para cima”. Ridículas? Também as outras, mas essas são executáveis e eu prefiro ser realista.

Mas se vais fazer resoluções, começa por colocar na frase “esforçar-me por…”, vai correr melhor e se forem do tipo “esforçar-me por viajar mais, conhecer locais e culturas”, “esforçar-me por estar mais disponível para quem gosta de mim” ou “esforçar-me por continuar a ser uma pessoa positiva”, podem chamar por mim que até sou capaz de embarcar.

Vão por mim, o que importa é estar-se bem interiormente (se não, segues a primeira frase do post), ter família, bons amigos por perto que o ano rola como deve ser e boas memórias vais conseguir guardar.

Já agora, lembram-se das resoluções que fizerem no ano anterior? Nem eu, mas eu não as fiz. ;)

 

Nota – Também se morde outras coisas no facebook, curiosos?