Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Há Lobo no Cais

mudar o mundo... és homem pra isso?

14726172_MttUK.png

 Desde o início dos tempos o problema da vontade livre tem sido tema de pensadores, sejam grandes ou pequenos. E para quem pensa a conclusão é sempre a mesma, “Só os homens solteiros podem mudar o mundo”.

Claro que esta mudança é extremamente subjetiva, uma vez que as mulheres acham que já o estão a salvar. Já na visão dos homens livres, essa mudança é muito relativa, uma vez que pode estar mais para escravidão, mesmo que tal possa ser exagero, ou não.

E quais são os argumentos que apresentamos a contrapor às afirmações provenientes do outro lado da barricada?

 

Temos de partir do pressuposto lógico que as mulheres são uma força da natureza. No entanto não pensem que tal força é uma força do bem. Não sendo do bem não tem necessariamente de ser uma força do mal, no entanto em vários assuntos fazem incursões bem profundas do lado negro e as marcas ficam para todo o sempre na carne. Se não na dela, na dele. E isto que digo é algo fácil de inferir, basta ver a transformação que se dá quando se chateiam, por algo menor, e numa só encarnam as bruxas más de todos os contos da Disney.

Portanto, depois de uma “introdução” vamos então ao essencial do assunto, a salvação do mundo, mesmo que tal coisa possa ser considerada algo “irrelevante” para elas.

Os homens casados e similares, estão na sua maioria “enfeitiçados”, sim, comeram da maça que era para a branca de neve e estão assim como que a “dormir” e realmente passaram a “comer” tudo que elas lhe dizem, seja em que área for. “Não vistas isso, usa isto”, não vais comer isso”, “não importa se combinaste, eu não quero ir”, sempre ocupadas, sempre a “trabalhar”. Dos que restam, há os que se estão nitidamente a “cagar” para tudo, seja para a mulher ou para o mundo. Resultados sobram poucos, muito poucos casados que possam ajudar na salvação do mundo. Logo essa demanda fica exclusivamente destinada ao exército dos solteiros. Poderiam argumentar que, já que dominam meio mundo estão mais do que aptas a comandar a “salvação”, mas tenho de relembrar o “dark side” inerente? Se não estão a infernizar os pobres enfeitiçados, seja com obrigações de ir ao shopping, com a chantagem de não ver a bola ou pior ainda com a tortura de ver a novela, têm toda uma “guerra” entre elas, não para ver quem é a número um, mas quem atiram bem lá para o fundo.

Mais um argumento a favor dos solteiros, não se guerreiam, são cooperativos, não vivem de intrigas e facadas e como se não bastasse, envelhecem melhor, o que só prova como a sua sabedoria está muito acima da delas.

Solteiros, o tipo de ser humano, que tendo algo original ou importante para fazer ou dizer, vai voluntariamente correr o risco de ser mal-interpretado. Mas ao mesmo tempo, tem a hipótese de salvar o mundo, ou pelo menos as “almas” de alguns homens perdidos na vida. Se correr mal, ficam mais umas histórias para contar numa qualquer noite de sábado de copo na mão.

 

Nota – Também se morde outras coisas no facebook, curiosos?

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.