Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Há Lobo no Cais

Modas IN…postas. II

 saltar para minuto 3:04... rir e fazer parar de seguida. 

Kizomba

Para começar “kizomba” sempre esteve na moda, uma vez que é uma expressão linguística Kimbundo, que significa "festa". Depois, foi algo novo, nos anos 80, quando surgiu em Luanda, agora não passa de algo com 35 anos que as rádios, editoras e similares estão a impingir com marketing e a bombardear a toda a hora. Mesmo em Portugal, sempre esteve na moda, se morares por exemplo na Buraca. Por lá sempre se ouviu Kizomba, agora é q se lembraram de enfiar-nos a kizomba, pelos ouvidos e pelo corpo a dentro, como moda.

Não tenho nada contra, confesso que não é o meu estilo de música, e que sou capaz de trocar de estação de rádio. O problema é que, por estes dias, atingiu o limite dos limites! É que não são as rádios locais, são as ditas rádios mainstream a massacrar os nossos pobres ouvidos. Conseguem “vender”, "10 músicas seguidas sem parar", mas na prática comes "5 músicas seguidas intercaladas por 5 Kizombas". Não há paciência, especialmente, porque a Kizomba que nos chega é, na sua maioria, má, diz-me quem está a viver em Angola. É a comercial, que de africana tem muito pouco e é feita só para vender. É engraçado é que não se pode dizer mal da Kizomba sem se ser acusado de antiquado, sem jogo de cintura ou mesmo de racismo. Eu também digo mal do Pimba e isso não faz de mim xenófobo contra os portugueses.

Não gosto, é triste que as pessoas comam qualquer porcaria, porque dá na rádio e está na moda. Não tenho problemas que um Anselmo Ralph encha estádios, só tenho é pena que quando aquilo está cheio não se acorrente as portas.

Depois temos as esplanadas, vais a pensar que aproveitas um bom fim de tarde, uma cerveja, uns tremoços e um sol, mas mal te instalas, lá está a porra da Kizomba a bater nas colunas. Foges para casa, recuperas, sais à noite e quando pensas que vais dar duas de treta com os amigos ao som de boa musica, voltas a levar com Kizomba!!! Mas saiu alguma lei contra a boa música? Vai ser preciso criar bares, ilegais, para ouvir tal musica? Mas isto não acaba aqui, esses mesmos bares criam espaço para um pé de dança, é nessa altura que começo a espumar. Já viram o mal que se dança por este Portugal fora? Cenas medonhas… Claro que de cada vez que alguém diz “vamos dançar”, primeiro apago o número dela, a seguir pago a cerveja e saio parta fora., que ainda conheço um pequeno bar, onde, qual aldeia Gaulesa, se resiste com ajuda do velhinho rock, à tal invasão.

 

Nota – Também se morde outras coisas no facebook, curiosos?

 

3 comentários

Comentar post