Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Há Lobo no Cais

"Homem, Não preciso de ti" dizem...

 

demotivation.us_The-perfect-woman-Can-you-bring-me

 Ouve-se muitas vezes, as mulheres, defenderem a teoria que cada vez precisam menos do bicho homem! Que nem para procriar é necessária a sua presença física. Parece-me atitude ressabiada, eu, da minha parte, desde já deixo como assente que gosto muito da companhia das mulheres para muitas coisas, que não do tipo, jogar à bola.

Agora, olhando a atitude desse tipo de mulheres, não sei se é mais para o lado da arrogância feminista, ilusão inocente ou mesmo falta de homem na vida delas…Vou abster-me de fazer juízos, elaborando no entanto, uma teoria oposta, os homens é que cada vez necessitam menos das mulheres (com a devida ressalva, seja para procriar ou diversão, os homens vão querer sempre as mulheres presente para o ato).

Vamos lá ver então, as mulheres hoje em dia sabem realmente cozinhar? Cada vez menos. Salada e outras cenas light para ir ao ginásio ou, no oposto, comida de plástico ou de micro-ondas, para o pneu, não é comida. Os homens sabem e cada vez mais controlam a cozinha, com resultados acima do aceitável. Mais não seja, porque gostamos de comer uns bons petiscos.

Loiça, fica bem lavada, até porque sendo necessário força, para algum tacho mais encardido, ela já está incluída. Tratar da roupa, seja na máquina ou no tanque ela é lavada e usar um ferro não assusta. Ir às compras para a casa, temos a vantagem de comprar o que está na lista e sem se perder tempo a ver outras coisas ou as montras pelo caminho. Nada disto atrapalha nem nos faz menos homens, muito pelo contrário.

Mudando de disco, vamos lá ver então quantas mulheres vão dar o passo em frente e dizer que são capazes de tocar ao ritmo de desenrascar um estore avariado? Trocar tomada? Compor um autoclismo? Montar um móvel (mesmo do IKEA)? Saber onde ficam os discos do carro?

Quem precisa mais de quem? Pois é, a princesinha do Papa está a perder para o menino da Mamã. Acho que deixei clara a minha opinião e argumentos para tal, reforço no entanto a não dispensa da sua companhia. :)

 

 

Nota – Também se morde outras coisas no facebook, curiosos?