Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Há Lobo no Cais

Há burros em todo o lado…

2015-05-18-Benfica-Marques-intervencao-policial-1.

 Ontem, tirando o Benfica ter sido bicampeão, mais nada teve a ver com festa, com futebol. Apenas com a sociedade em que vivemos hoje, com a crise, até com a falta de tempo para a família e mesmo com a falta de responsabilidade e competência profissional.

Vamos lá ver, aquele pai, sim o que o policia por ter faltado à aula de controlo de fúria e está visto que a mais algumas, decidiu ter razão agredindo um homem sem motivos. Mesmo que o Sr.. lhe tivesse perguntado pela mãe, ele não teria motivo para a agressão. É um profissional, tem obrigações que o “povo” não tem. Será que o polícia sabia que podia dar-lhe voz de prisão caso se considerasses insultado ou desrespeitado!?

Mas voltando ao pai, muito provavelmente, não deve ter muito tempo durante a semana para os miúdos, achou que juntar avó, pai e netos numa tarde em que a equipa deles podia ser campeão seria algo que todos iriam recordar. Vão, mas pelos piores motivos. Já o disse antes e repito, o futebol é desporto, é um local para adversários, não para inimigos. É um local para levar a família, para haver diversão, tensão (do jogo) e recordações.

A culpa é também do governo, presidentes dos clubes e outros com responsabilidades. O governo é que devia impor regras a quem cria desacatos nos estádios (proibição de lá entrar seria o mínimo). Claques não fazem falta nenhuma, tiram sim as famílias dos estádios, olhem para países que são proibidos de entrar nos estádios, os mesmo estão cheios e o apoio à equipa não falta. Presidentes dos clubes também, que deviam ser motivadores de festa e são na maioria dos casos os instigadores de “ódios”. Se não têm nada positivo a dizer, estejam calados.  Na minha opinião o dirigente do Vitória Sport Clube que mandou os adeptos “festejar pra casa deles”, alem que demonstrar baixo nível de QI, apenas atiçou os adeptos e pior ainda, fez um péssimo serviço à cidade. Sim perdeu-se negócio, que em tempo de crise penso ser sempre bem-vindo. Quantas cidades aproveitaram essa festa? Já alguém ouviu o presidente do Chelsea falar? e o do M.U.?

Claro que vão dizer, “e as cenas em Lisboa”. Acham que aquilo teve a ver com futebol? Eu penso que não, é o tal problema da sociedade, das cidades grandes, da crise, do desemprego e da marginalização de jovens sem grande apoio familiar. Não passaram de vândalos, das claques? De gangues? Isso é irrelevante, são notoriamente pessoas que não representam o todo, neste caso dos adeptos do Benfica, muito menos do que deve representar o desporto. Com tantas câmaras, mau é se não é possível identificar os mesmos e chamar a arcarem com as responsabilidades. Assim como o Policia, que fosse eu a mandar, hoje já não o seria.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.