Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Há Lobo no Cais

Foi mesmo "feliz dia internacional da mulher"?

 9_DiaDaMulherBrava-1024x768.png

 Ontem foi o “Dia internacional da mulher”, mas isso não devia ser algo para os 365 por ano e não para um especifico!? Quando ouço falar destes “dias” fico sempre a achar que estão a dar um prémio de consolação, “coitadinhas, não têm mais nada, tomem lá um dia”. É algo que as mulheres não precisam, nem merecem. Ontem uma amiga escrevia que não queria este dia, “Feliz dia internacional do "mulher ao volante, perigo constante". Feliz dia da mulher grávida discriminada no trabalho. Feliz dia da mulher obrigada a casar antes dos 18 anos. Feliz dia da mulher que continua a ganhar menos que o homem. (…) Feliz dia da mulher que tem medo que o marido chegue a casa "naqueles dias". Feliz dia da mulher que foi assassinada pelo marido que chegou a cada "naqueles dias". Alguma destas coisas já mudou? Deixou de existir? Não?! Então, para mim é mais um dia como os outros. Respeitar a mulher e tudo o que ela implica na sociedade não é só nestes dias.” Pois, um dia para blablabla e tudo ficar na mesma mais 365 dias.

 

Sou dos que acha que a igualdade entre homens e mulheres, nas suas inúmeras variáveis, é uma treta. Sempre foi um tema polémico, mas continuo a afirmar que não passa de um mito. Somos todos igualmente diferentes, isso sim é verdade, claro que há situação em que é obrigatório o homem estar em posição superior, mas se for realmente bom, a seguir já vai estar por baixo e depois sabe lá o kamasutra como. Sim, estava a falar quando estão os dois na cama.

Ai e tal que as mulheres são melhores que os homens em muitas coisas, claro que sim, com as palavras é uma delas. Caso em que, convenhamos existem tantas e tantas situações em que as meninas com a boca calada é que estavam bem. Já os homens, são ótimos em termos de localização espacial e não se perdem. Claro que estes em muitas situações deviam abrir a boca e pedir direções, ajudava a não gastar meio deposito de gasóleo às voltas e ao preço que aquela porra está!!!

E é bom não esquecer que as mulheres quanto mais inteligentes menos querem a “igualdade”. Uma ainda ontem me dizia (os palavrões são dela) “porque temos a puta da mania de dizer que queremos igualdade mas ainda não aceitamos que nos mandem ir para trolhas ou para serralheiras? Não aceitamos e achamos que é emprego de homem, então porque raio pedimos igualdade? Olha eu não peço... Eu prefiro que sejam vocês a construir prédios, a conduzir camiões e por ai fora…” Eu não tenho problema com os “trabalhos de mulher”, mas prefiro construir um prédio a passar camisas. Usando as palavras da senhora acima, “pqp as camisas”. Claro que ainda assim penso que as mulheres que “não querem a igualdade”, que querem ser modernas, independentes, querem no entanto o cavalheirismo do homem que abre a porta, que dá o casaco quando têm frio e que espera pacientemente enquanto se arranjam. Para não falar noutros, mas isso a meu ver, nos dias de hoje, é uma evolução de cavalheirismo, é querer o homem-burro, se vier com Visa, melhor ainda.

Bem, voltando ao tema, não aceitando o “dia”, entendo-o, a necessidade de falar do “problema”, mas o problema é a mentalidade da sociedade em que vivemos. A quem tem o poder, a quem coloca entraves a quem quer manter tudo igual. Mas eu acho que são esses que fomentam o “dia”. Para esses tenho a solução, melhor, não é para eles, é para as mulheres. Miúdas, tomem as rédeas, sejam mulheres, tirem-lhes o poder. Quando vão tomar consciência que existem mais mulheres que homens no planeta? Pois é, a solução passa por educarem de forma “correta” os vossos filhos e com “filhos” refiro-me aos rapazes é as raparigas. E se não querem esperar por umas quantas gerações para se ver algo, o vosso número é suficiente para imporem uma "chefe", uma 1ª ministra, uma presidente. Lembrem-se que uma mudança de mentalidade só precisa que a maioria mude e vocês são a maioria. ;)

Mas não tenho nada contra vocês, muito pelo contrário, adoro as Mulheres, mas as que não precisam de um dia para saberem o que valem!

Adoro as Mulheres que sabem o que fazer para serem valorizadas e que se impõem naturalmente.

Realmente adoro, apenas, as que são Mulheres e não miúdas!

Já agora … O que mudou o “dia internacional da mulher”’?

 

 

Nota – Também se morde outras coisas no facebook, curiosos?

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.