Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Há Lobo no Cais

Foda-se, não penses demais, vive o momento!

tumblr_naayn3GLVk1tzanjwo6_500.jpg

Vou começar por aqui escrever material “roubado”, uma frase que acabo de ler “o futuro são os que não desistem do presente”. Chegas lá ou queres que explique? O passado já foi, o futuro ainda não veio, só o presente, como o nome indica, é presente e está realmente a acontecer. Melhor dizendo, para quem ainda não entendeu, é a única coisa que realmente tens neste momento sobre a qual podes fazer algo. Tudo o resto passa-se na tua cabeça, pode ser muito interessante, mas é num outro universo.

 

Passado, já passou, não é para esquecer, é para aprender, tendo no entanto a consciência que olhar para trás implica ficar parado. Até porque não é possível voltar para trás, por muito que na teoria os físicos quânticos achem que é possível (a excepção é na box da TV), como tal é olhar para a frente e andar.

O futuro, por muita piada que possa ter o fazer planos, não passa disso e como tal não se sabe o que vai acontecer ou sequer se algo vai acontecer. O preferível é não nos preocuparmos em demasia com este, já que é algo demasiado incerto para nos agarrarmos a ele. Assim sendo, se trabalharmos o presente o futuro será melhor que o planeado. Já agora, quantos planos correram como pensados e em quantos deste com os burros na água?

Já o presente, o presente é algo que quando bem espremido tem tanto a aproveitar, lá está “A única coisa constante na vida é a mudança.” É essa mudança de pensamento, de atitude que traz o nosso crescimento e o nosso saber aproveitar a vida. Com isso lembrei-me de um dos meus filmes favoritos o “clube do Poetas mortos”. Para quem não conhece gira à volta da ideia do “carpe diem”, o aproveitar o dia intensamente e o que se faz ou tem de fazer para tal acontecer. Claro que para entender a frase, que muito me marco “Oh captain, my captain”, é preciso ver o filme, ou pelo menos a cena aqui. Oportunidade perdida, é oportunidade que fica no passado e já não volta. A mim mudou a forma de pensar sobre o que temos pela frente, a vida, quem nos faz crescer, quem merece o nosso chegar à frente. Sei que é difícil manter o pensamento apenas no presente, mas usemos o que pensamos do passado para construir o presente de olho num futuro real.

Os homens sempre foram mais virados para o “carpe diem”, mas os tempos estão a mudar, e ainda bem, as mulheres estão a ficar mais inteligentes. Que a vida não é pra sonhar, é a para viver. E mais não seja porque o único futuro garantido é que um dia a morte chega… se calhar para mim nem isso já que sou filho do super-homem.

 

Nota – Também se morde outras coisas no facebook, curiosos?