Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Há Lobo no Cais

Diferenças entre namorar miúda e mulher

 women-and-money.jpg

 Antes de mais nada, o que é uma miúda? Nada tem a ver com idade, ou melhor dizendo com pouca idade. Ser miúda é ter idade de gente e cabeça de criança (das menos desenvolvidas).

Assim esclarecidos, vamos lá então falar da diferença (sorte, azar ou burrice masculina) entre namorar miúda e mulher.

 

Uma miúda faz birras. Quando alguma coisa a desagrada, incomoda ou chateia (numa relação não são tudo rosas), ela reage da mesma forma que reagia em criança quando não conseguia o chupa-chupa que queria dos pais. Isso muitas vezes inclui gritar, ficar amuada, ou fazer chantagem. Claro que a culpa é dos pais, com os meus a minha querida irmã aprendeu rápido as consequências de tais atos e deixou de ser miúda na idade certa. Já uma mulher, também sente as emoções de ficar incomodada ou descontente, consegue no entanto expor a situação, estabelecer um diálogo e chegar a ponto de equilíbrio. Se o gajo for burro, consegue ainda abrir-lhe a porta de saída.  

Uma miúda olha para si própria como uma princesa e acha que as pessoas a devem sempre tratar como tal. Aqui a culpa é daquele tipo de pai que acha que está a cria a sétima maravilha do mundo e não repara que ta a criar uma bruxa. Ela sente que os outros estão em dívida com ela e espera sempre da pessoa que tem ao lado vassalagem e não companheirismo. Merecem não um príncipe a cavalo, mas um cavalo que lhes enfie um coice. Uma mulher tem padrões para si mesma e não expectativas projetadas para os outros. E nada disto invalida que se valorize e seja até tratada como princesa.

Uma miúda usa a sua beleza física como moeda de troca e como base para calcular o seu próprio valor enquanto indivíduo. Claro que uma pessoa que vive unicamente através da sua aparência e da sua sexualidade vai acabar velha e sozinha ou a ser comida por lorpa. Sim, que os homens gostam de dar umas voltas e mostrar o quarto a umas boazonas com mania de espertas. Como não são burros, no fim oferecem patins e empurram porta fora (alguns até são que elas ainda vão conseguindo burro que as sustente, mas aguentam com velho babão). Uma mulher sabe que o seu valor está além do seu aspeto físico. Uma mulher não deixa de dar importância ao seu aspeto, ao cuidar-se, no entanto dá também valor à inteligência, força, a sua integridade e às pessoas de que se rodeia.

Uma miúda não respeita o seu corpo. A miúda acha que não precisa se cuidar, acha que cuidar de si é supérfluo, que dá trabalho. Acha que alimentação cuidada e exercício é para as outras, as gordas e não para ela que é bela mesmo a comer porcarias. Mal sabe que aquele rabo tem o prazo de validade a espirar já q dele não soube cuidar. Mas assim que não couber nas calças vai ficar a saber. Uma mulher sabe que estar em boa forma não tem nada a ver com beleza, mas com bem-estar físico e emocional. Uma pessoa que trabalha para se manter saudável vai ter uma maior capacidade de superação e resistência às adversidades da vida, tem maior consciência e das suas capacidades, talentos e limites.

Resumindo, uma miúda quer atenção, uma mulher quer respeito. Uma miúda quer ser adorada por todos. Uma mulher quer ser adorada por um. E já agora é bom não esquecer, um homem depois de algum tempo com uma miúda, vai estar é cansado, ao acordar para a vida vai reparar o tempo que andou a perder. Claro que nessa altura vai ter todo o gosto em a mandar para um sítio que eu cá sei e passar a olhar com mais cuidado até encontrar uma mulher.

 

 Nota – Também se morde outras coisas no facebook, curiosos?

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.