Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Há Lobo no Cais

Com mau feitio, calminha ou queres tudo?

 20140704054352_5D3_1829.JPG

 Se calhar ficaste uns quantos segundos a pensar como eu. E será que como eu ficaste sem resposta concreta!? Vieram vários prós e contras para ambos os lados, que nenhuma tem apenas vantagens. Pelo menos é o que as minhas “batalhas” passadas com elementos do “inimigo” me dizem.

Na realidade é mais um “venha o diabo e escolha”, quer com uma, quer com a outra ou com qualquer uma intermédia, é um tormento mas um tormento bom.

Mas que tenho a “apontar” a umas e outras? Vejamos, as mau feitio conseguem armar confusão com bastante facilidade, sai tudo para fora, seja contigo seja de envolver terceiros. No caso dos terceiros, podemos ter azar e acabar a “comer” se o alvo da confusão for um segurança numa qualquer saída noturna! É que esses estão mais à vontade a acertar o passo a alguém de barba. Claro que isso é também uma vantagem, não guarda nada, sai tudo com mais facilidade, tanto o mau e como também o bom e cativante. E é isto mesmo que pode ser mau nas calminhas, o não explodir, deitar para fora. “É melhor não dizer nada pra não chatear”, isso pode estar a minar por dentro, quando sair a saca-rolhas, já não terá solução.

Uma mau feitio acaba por ser alguém que também vai ser mais “doida”. Será? Ou é mais fogo de vista de quem não sabe porque não lhe dizem a verdade, para não levar com o “bom” feito!? Pois é, será então a boazinha o furacão escondido? Aquela que tem o fogo interior? Eu não digo nada, fica a dúvida…

Mas quem quer uma vida de 24/7 de roda no ar? Pois é, tem piada quando não é sempre! Qual o interesse do sábado se não houver uma segunda-feira por perto?

Agora a sério, a mau feitio vai ser uma mulher complicada e que complicada, andas sempre a segurar a granada e a cavilha. Mas por outro lado a boazinha vai também ser complicada e que complicada, adivinhação nunca foi um ponto forte dos homens. Pois, é isso, as mulheres são complicadas, sempre. Não implica isso que, quer a mau feitio, quer a boazinha, não possam ser especial para ti, ou para o inferno. É uma das duas coisas, mas se com ela andas é porque gostas das qualidades ao ponto de ultrapassar os defeitos.

Pensando melhor, se calhar o ideal seria voltar a experimentar os dois lados da barricada. Claro que apenas, e só, pela ciência, pois a realidade é capaz de ser outra, “De mau feitio e calminha… todas têm um pouco”, ou será bastante?

 

Nota – Também se morde outras coisas no facebook, curiosos?

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.