Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Há Lobo no Cais

Coisas que as mulheres conseguem…

 mm_home_capa_raiva.jpg

 Como é possível um ser que consegue ser tão querido, tão delicado, tão bonita, tão… tão… e tão, ser ao mesmo tempo uma espécie de demónio que parece só saber incomodar!?

Vamos lá ver, conseguem encarnar o pior da “mãe”, da “criança”, da “doida” etc e tal sem motivo e apenas porque sim.

 

Está tudo bem, como manda a cartilha, mas ainda assim são capazes de virem com a frase “precisamos conversar sobre nós!”. Nada contra, também é necessário. Mas tem de ser sempre na hora em que vai dar a bola ou estás de saída para ir ter com o pessoal para aquela mini gelada!?

Conseguem ser mesmo “paranóicas”, “ai e tal, quero saber tudo…”. Vamos lembrar que saber tudo se refere ao passado em que ela não existia nem contava para o totobola. Isso mesmo um jogo que já ninguém quer saber, mas que insistem. Claro que é de referir que quando se conta, porque não estamos para aturar e porque não tem valor para nós, ficam “chateadas” por não querermos saber do dela! O que foi não volta a ser, o passado é para aprender algo e deixar lá estar. Não dá para lá voltar.

E quando encarnam a “mãe”? “Vai fazer isto”, “vai fazer aquilo”, antes de perguntar se está feito ou porque não está feito! Ou aquela necessidade de limpar, ordenar, organizar armários, gavetas e secretárias!? Tudo muito bem enquanto é com as coisas delas. Já quando é nas nossas, só pode acabar em desastre. “aaah, eu acho que assim é mais funcional”, “tu não precisas disso, coloquei na garagem” ou pior “devia era agradecer ter-te limpo a secretária, era impossível trabalhar ali, a quantidade de papeis que deitei fora” ou  “a t-shirt dos Nirvana? Essa e outras que estavam velhas, foram para o lixo.” Pois em dias mais complicados o pensamento passa por “assassinato ocasional” por motivos de destruição de memórias/troféus de viva.

E a “criança” birrenta a quem não dá para por de castigo ou mesmo para o educativo tabefe! Esperam sentar-se no meio da plateia e iniciar o espectáculo para dizer “tenho vontade de fazer xixi” ou depois de andar a bater o coro para conseguir aquela mesa na esplanada se lembram “aaah, está fresco, de certeza que vou ter frio”. Conseguindo até passar uma tarde a falar de uns sapatos, vestido ou carteira… para os quais não têm orçamento! Porque raios se torturarem com o que não têm!?

Atenção, isto é durante a fase boa do mês, depois chegam aqueles dias é que é preciso barricadas e chocolates para atirar ao longe.

 

 Nota – Também se morde outras coisas no facebook, curiosos?

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.