Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Há Lobo no Cais

As regras que insistem em não entender!

 4189886_700b.jpg

 De que regras falo? Das regras que os homens seguem numa convivência a dois e que as mulheres deviam saber! Mas será que não as sabem ou será que simplesmente insistem em as interpretam à maneira delas? A cabeça é nossa mas elas “é que sabem” e isso leva a dar em asneira. Supostamente são muito diretas, mas na dúvida vou fazer a interpretação das mesmas, para acabar com possíveis desculpas femininas.

“Os homens não lêem o pensamento”, é verdade que no cinema isso acontece, mas o professor X do X-Man é uma personagem fictícia, não devem acreditar em tudo. Assim sendo, o que estiverem a pensar, vão ter de o dizer e com isso não estou a referir ao depois da situação acontecer ir muito chateada contar à amiga, isso não vale de nada.

 

“Chorar é chantagem”, sim, chantagem, fazer batota, não ser justo o que quiserem chamar. Quem quer algo sério deve querer também um combate com as mesmas armas, se tens argumentos vences, se não tens perdes. E seguem os dois juntos e felizes, é a vida. Ou será que querem que os homens também comecem a chorar? Para figurinhas tristes já basta a dos jogadores da bola que ao mais pequeno toque parece que lhes arrancaram a perna fora!

“Pede o que queres”, é uma realidade homens não são dados a caças ao tesouro ou ainda não repararam que a cerveja tem lugar fixo no frigorifico? Estou a querer dizer que deixar pistas, mais ou menos subtis não costumam funcionar. Pode, mas vai ser pura sorte. Homens funcionam bem com dados claros, factos concretos. Experimentem, vão ver a diferença.

“Sim/não, são respostas”. Vamos lá ver, se fazem uma pergunta que pode ter como resposta “sim” ou “não”, aceita-a. “-este vestido fica-me bem? -Sim”. Se querem uma dissertação filosófica, vão ter de elaborar a pergunta de maneira diferente.

“Frases com duas interpretações, não queremos a segunda”. Que quer isto dizer? Que se dissermos algo que pode ter uma segunda interpretação e que normalmente vocês levam para algo que as vai deixar triste ou zangada, esqueçam essa interpretação. Nem mais, queríamos a primeira. Se ainda ali atrás pedimos para serem diretas é porque estamos a ser diretos.

“Futebol é sagrado”, vejamos, se queres conversar durante a bola, esquece. Não vamos ouvir nada, vamos dizer “sim, sim” apenas para ver se a menina se cala e deixar seguir o jogo. Essa conversa terá valor zero. Têm só duas hipóteses. Esperar pelos 15min. do intervalo ou se a conversa for mais longa, pelo fim do jogo. Atenção, há homens que trocam a bola por corridas de automóveis, ais vão ter de esperar um pouco mais. Esclarecidas?

“16 cores”, são as que vemos e chegam. Os clubes da bola são vermelhos, azuis, verdes. Pêssego é fruta, abóbora é pra sopa e mauve… mauve não é porra nenhuma. Não peçam ajuda a escolher entre azul e azul ou rosa e rosa.

“Não estou a pensar em nada”, é resposta mais verdadeira que vais ouvir. Realmente se nos virem a olhar para ontem não estamos a pensar na vida, na relação nem em nada importante. Quanto muito o nada não passa mesmo de um “nada” para os interesses femininos. A não ser que querias discutir futebol, carros ou temas similares, aceita o nada.

“Não perguntes se precisas de roupa/sapatos” vais sempre ouvir como resposta “não”, por muito que queiras um sim. Para os homens as mulheres tem roupa que chega para duas ou três vidas e em relação aos sapatos achamos até que têm pares repetidos.

“Dormir no sofá não é castigo”, nem mais, as meninas vão dormir com os pés frios e os homens levam aquilo como uma noite a acampar ou nem isso. Não se esqueçam que os homens são capazes de fazer umas centenas de kms, passar a noite a dormir torto, pouco e ao frio para ver uma classificativa do rally ou a passagem da volta a Portugal em bicicleta. Acham mesmo que dormir no sofá é algo mau? A TV é maior, o frigorífico fica perto e podem até comer na “cama”.

E para rematar, “não se passa nada”, vai levar os homens a seguir e não pensar mais nisso, já que na nossa cabeça vai passar “ainda bem, pensei errado”. Não mintam se precisam de algo, seja conversa, apoio, carinho ou “sapatada”… entretanto, imprimam isto e leiam pela manhã todos os dias, é a receita que lhes deixo.

 

Nota – Também se morde outras coisas no facebook, curiosos?

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.