Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Há Lobo no Cais

Amor, não vem no mapa...

Todos, ditos normais, vão reconhecer-se. Em alguma fase da sua vida aconteceu cair naquela situação de querer tanto alguém, que deixaram de ver a realidade, de conseguir ver o que realmente deviam. Digamos que erramos “forte e feio”, tanto que somos capazes de encaixar a pessoa errada nas qualidades que não tem. Vemos um ser perfeito a quem desejamos servir, quando na realidade temos na nossa frente alguém que nem para nos servir serve.

Não importa o que acham ou nos dizem os outros, que para a outra parte não seja mais que um desejo, algo sem significado especial. O nosso coração bate forte e sem controlo. Sem sabermos, queremos de tal forma que não amamos, sofremos. Amor não é só sentir, desejar, viver na ânsia de algo mais.

Amor, não vem no mapa, é achar a agulha no palheiro.

Realmente o amor não é uma coisa fácil, nada tem nada de fantasia e até tem bastante de trabalhoso. Para começar, acontece quando tem de acontecer, até a podes conhecer hoje e dar-se o clique, mas também pode só se dar daqui a uns anos. Não se força, acontece, pois tem de ser um duplo clique. Por vezes és tu o cego, outras é ela. Por vezes és tu que te viras pra pessoa errada, outra é ela. E o tempo vai passando e fazendo o seu trabalho, que é dar tempo para se cair e levantar. Com isso, vamos aprendendo, até ao dia em que viras a esquina e os dois se encontram de frente e finalmente o olhar realmente se cruza e a faísca acontece. Tudo o que não fazia sentido, passa a fazer e a única pergunta é “como é que não vi antes?”.

Mais que desejo carnal, ambos os lados têm de sentir que ganharam algo diferente. Não tens conversas de treta, a segurança, a confiança está ali. Os problemas resolvem-se, não criam barreiras. Num dia mau, alguém te abraça, ou abraças alguém em sinal de porto seguro.

Agora se não tens isso, só te resta saber esperar. Ir para algo apenas porque é cómodo, porque te empurram, porque tens pressa, só te leva a não viver, a um erro, uma mentira. Em vez de te preencher, vais estar a criar um vazia maior.

Lá está, encontrar a agulha leva tempo e paciência.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.